quarta-feira, 30 de julho de 2014

Espuma de morangos com cacau cru e nozes

Há dias mais difíceis e em que sentimos vontade dum docinho. 

Quando me dão estas vontades - para além do típico quadrado de chocolate com mais de 70% de cacau, tento fazer um lanche ou merenda diferente do que é usual, de forma a satisfazer a gula, mas mantendo a alimentação saudável.

Já vos mostrei as trufas de frutos secos (tenho sempre no congelador à mão de semear), a maçã assada com canela, iogurte e frutos secos, os parfaits de fruta e iogurte ou quark e até mesmo a gelatina com iogurte ou quark. Tudo serve para satisfazer a vontade de doces :) 

Hoje tinha abastecido o stock de morangos congelados e como tinha visto no Facebook esta semana a espuma de morangos, lembrei-me de a fazer.

A receita é para a bimby, mas creio que adaptada também funciona ;) Por isso, vamos a ela:


Ingredientes:
  • 200g de morangos congelados;
  • 1 fio de geleia de agave ou mel;
  • 100ml de claras pasteurizadas ou 2 claras de ovo;
  • 2 colheres de sopa de sumo de limão;
  • Cacau cru e frutos secos partidos, a gosto.

Preparação - versão bimby:

Colocar os morangos e um fio de agave e pulverizar 30s/vel.5. 

Com uma espátula descer os resíduos. 

Colocar a borboleta sem retirar o preparado anterior, juntar as claras e o sumo de limão e programar 3m/vel.3 ou até estar em merengue.


Preparação - versão tradicional não testada:

Reduzir os morangos a puré com um processador de alimentos (vulgo 1-2-3). 

Juntar o agave e envolver. 

À parte bater as claras em castelo com o sumo de limão e incorporar o puré de morangos, até estar uniforme.

Depois é só distribuir por duas taças, polvilhar com cacau cru, frutos secos partidos e degustar :)

Espuma de morangos com cacau cru e nozes <3
Mais fácil, não há! :)

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Chili de peru com pimentos padron

Ontem, assim que vi os pimentos padron em promoção, soube logo a utilização que lhes ia dar. Ainda por cima tinham sobrado bifes de peru grelhados do almoço e era a utilização perfeita para eles... chili!

Como sabem sou adepta de reutilizar as sobras de comida e esta foi uma excelente forma de a aproveitar, de uma forma totalmente diferente, só gastei € 0,79 no jantar, tendo em conta que o resto tinha em casa.

Esta é uma receita que não tem nada que saber... o segredo são as especiarias, por isso não se acanhem a usar as mesmas, garanto que é uma autêntica explosão de sabores! :)

À primeira impressão, ninguém acredita que o chili possa ser saudável, mas a forma de confecção e os ingredientes que usamos, fazem toda a diferença, conforme podem atestar na receita que se segue.

Ingredientes:
  • 1 cebola;
  • 4 dentes de alho;
  • 1 cenoura grande ou 2 pequenas;
  • 1 lata de tomate em pedaços (390g) - uso as da marca pingo doce;
  • 250g de carne de peru ou de frango picada;
  • 1 lata de feijão encarnado (420g) - uso as da marca pingo doce;
  • uma mão bem cheia de coentros - quanto mais, melhor;
  • chili em pó (não abusem desta!), alho em pó, pimentão doce, cominhos e sal, a gosto;
  • 1 colher de sopa rasa de óleo de coco;
  • 1 caixa de pimentos padron.
Serve 2

Preparação:

Escorrer a lata do feijão e lavá-lo muito, muito bem (o ideal é comprar o feijão seco, demolhar e cozer em casa, mas eu já não tinha tempo para isso) até retirarem toda a goma.

Colocar num tacho a cebola, os dentes de alho e a cenoura, previamente picados (coloco tudo, menos a cebola,  na 1-2-3 para ficar bem picado), o tomate em pedaços, o óleo de coco e os temperos, com excepção dos coentros. Deixar cozinhar.

Se acharem que está a querer ficar seco, juntem um pouco de água e rectifiquem os temperos - também podem adicionar vinho branco.

Entretanto, lavar e enxugar muito bem os pimentos padron. Colocá-los num pirex forrado com papel vegetal e levar ao forno a 180.º cerca de 15m ou até estarem cozinhados. Polvilhar com sal - também podem colocar orégãos.

Juntar a carne picada aos restantes ingredientes e deixar cozinhar. Adicionar os coentros, o feijão cozido, rectificar os tempero e deixar apurar.

Servir com os pimentos padron assados.

Fica maravilhoso!!! :)
Chili de peru com pimentos padron
É uma refeição extremamente completa, nutritiva e bastante saborosa... e acima de tudo, saudável! :)

Peito de frango com legumes salteados em caril, gengibre e coentros

Adoro misturar ingredientes e especiarias numa frigideira anti-aderente ou na wok. Acho que não há nada mais prático, rápido e saboroso do que isto... o truque é combinar as especiarias certas com o resto dos ingredientes! 

Com a particularidade de, em cerca de 15m termos o jantar feito... o que é perfeito para os dias em que chegamos a casa e não temos paciência para cozinhar!

Para isto, é essencial ter sempre legumes congelados em casa. Gosto bastante dos da marca do Pingo Doce e tenho sempre em casa, mistura para saltear, brócolos, feijão-verde, ervilhas, cenouras, mistura chinesa, macedónia de legumes, couves-de-bruxelas e espinafres. 

Depois é só juntar uma proteína magra, um hidrato complexo e as especiarias que vão fazer a diferença ;)

E é assim que surgem as melhores refeições... do improviso! Como esta que hoje foi trago. Não tem nada que saber e o sabor é simplesmente maravilhoso... para quem gosta de caril, claro, como eu! ;)

Ingredientes: 
  • 1 embalagem de mistura de legumes para saltear do PD;
  • 1/2 embalagem de brócolos do PD;
  • 1 peito de frango, cortado aos cubos - cerca de 250 a 300g - temperado com alho em pó, pimentão-doce e pimenta de moinho;
  • 1 colher de sopa de óleo de coco;
  • 1 mão bem cheia de coentros - quanto mais, melhor;
  • 1 colher de sobremesa de pimentão doce;
  • 1 colher de sobremesa de caril;
  • 1/2 colher de chá de gengibre;
  • Alho em pó, pimenta cayene e sal, a gosto

Preparação:

Adicionar todos os ingredientes numa frigideira anti-aderente grande ou numa wok, com excepção do peito de frango, mexer para envolver e deixar cozinhar.

Quando virem que os legumes estão quase cozinhados no ponto que gostam (eu prefiro al dente, por isso, nunca deixo muito tempo), juntar o peito de frango e envolver até estar cozinhado - são 2-3m no máximo.

Rectificar os temperos e está pronto a servir! É só juntarem o acompanhamento da vossa preferência ou comer assim mesmo! :)


Nada mais prático e saboroso! :)

E ainda dizem que comer de forma saudável é difícil!!!

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Pasta de azeitonas pretas

Muitas das vezes podia facilitar a minha vida e optar por comprar determinados produtos já feitos... mas sei que o sabor e a qualidade dos mesmos, por vezes deixa muito a desejar e nunca serão idênticos aos confeccionados por mim, com ingredientes de qualidade e escolhidos a dedo, sem quaisquer aditivos para conferir sabor.

Numa alimentação dita saudável, esta particularidade faz toda a diferença, porque para além de sabermos o que estamos a comer, podemos ainda incrementar as receitas com os ingredientes e sabores que mais gostamos, sem comprometer a sua essência.

E, verdade seja dita, há receitas que não dão trabalho nenhum. É o caso desta... é só colocar todos os ingredientes num processador de alimentos e pulsar até estar em pasta. Nada mais simples - tirando apenas a parte de descaroçar, previamente, as azeitonas! ehehe

Depois, é só reservar no frigorífico, devidamente acondicionada em frascos herméticos, para garantir a sua frescura.

Precisam apenas destes ingredientes:
  • 200 g de azeitonas pretas, descaroçadas e bem lavadas para retirar toda a salmoura - deixei de molho cerca de 2 horas;
  • 4 dentes de alho;
  • 1 colher de sopa de azeite;
  • 1 colher de sopa de vinagre de sidra (ou de limão, se preferirem) - se gostarem da pasta envinagrada, como eu, podem colocar mais vinagre, a gosto;
  • Sal e pimenta preta, a gosto.
A preparação é tão simples, quanto a que indiquei... e o sabor... esse é maravilhoso, garanto-vos! 
A merenda da manhã :D
O passo-a-passo em imagens:
As azeitonas descaroçadas
Depois de colocar todos os ingredientes e pulsar, a pasta de azeitonas já feita
As azeitonas têm inúmeros benefícios, conforme podem ver aqui, pelo que devemos incluí-las na nossa alimentação. Esta pasta pode servir para uma entrada num jantar ou para um lanche ou merenda, como serviu para mim :)

Esperem que gostem de mais esta sugestão!

domingo, 20 de julho de 2014

Gelatina de frutos vermelhos com quark e Panqueca gigante de aveia e cacau cru

Aos domingos é sempre dia de adiantar algumas refeições para a semana... opto por deixar as merendas e os pré-treinos já feitos, porque me facilita bastante a vida!

Assim, é menos uma preocupação e só tenho de ir mudando os complementos, como a fruta, por exemplo e as refeições principais.

Hoje cozi ovos, fiz gelatina de frutos vermelhos com quark e, em vez do habitual bolo fit de aveia, optei por fazer uma panqueca gigante :) Ou seja, não difere muito das panquecas habituais... apenas adaptei as quantidades.

Quanto às receitas, vamos a elas:

Gelatina de frutos vermelhos com quark

Ingredientes:

  • 500ml de água;
  • 2 saquetas de gelatina condi do sabor que prefiram (1 embalagem);
  • 500g de queijo quark (uso o da marca linessa do lidl) ou de iogurte grego ligeiro..

Preparação:

Dissolver as duas saquetas da gelatina em 500ml de água a ferver. Deixar arrefecer.

Juntar a embalagem do quark ao preparado anterior, envolvendo-o bem até estar completamente misturado.

Colocar em taças individuais ou caixas herméticas e reservar no frigorífico.


Panqueca gigante de aveia e cacau cru (foi calculada para 4 refeições)

Ingredientes:

  • 100g de farinha de aveia;
  • 400g de claras de ovo;
  • 1 colher de sopa de óleo de coco;
  • 1 colher de sopa de cacau cru.

Preparação:

Colocar todos os ingredientes num processador de alimentos (vulgo, 1-2-3) e pulsar até os ingredientes estarem devidamente misturados. 

Deitar a massa forma de silicone e levar ao forno a 180º, durante cerca de 15 a 20m. 

E voilá, em menos de nada, tudo adiantado e pronto para mais uma semana!! :D

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Panqueca de aveia e abacate com cacau cru

Finalmente, consigo partilhar a receita da panqueca de aveia de abacate que se tornou na minha melhor amiga ao pequeno-almoço :)

Como tenho de introduzir gorduras boas na minha alimentação, o abacate está sempre presente, quando não tenho uma fonte de gordura na refeição.

Podia facilmente resolver esta questão, usando ovos inteiros nas panquecas, mas o que é certo é que gosto da textura que o abacate confere e até já gosto do sabor dele eheheh

A receita é muito similar às restantes, com a particularidade de usar abacate.

Ingredientes:
  • 25g de farinha de aveia;
  • 1/4 de abacate;
  • 150g de claras pasteurizadas ou 3 claras de ovo;
  • 1 colher de chá de cacau cru ou de canela, se preferirem.
Preparação:

Igual à das restantes! É só colocar todos os ingredientes num processador de alimentos (vulgo, 1-2-3) e pulsar até os ingredientes estarem devidamente misturados.

Deitar a massa numa frigideira anti-aderente ou de cerâmica e deixar cozinhar, no mínimo. Quando a parte de cima da panqueca estiver a fazer bolhas e em baixo se começar a soltar, está na altura de a virar e deixar cozinhar do outro lado, até estar ao vosso gosto.

Quanto aos toppings, fica ao vosso gosto... iogurte grego ligeiro ou quark batido com cacau cru ou canela, calda de chocolate (whey dissolvida num pouco de água) e/ou puré de fruta.  

Com calda de chocolate
Com quark batido com cacau cru
São muito boas, experimentem :)

terça-feira, 15 de julho de 2014

Pasta de atum e abacate com paparis de lentilhas e salada à algarvia

Agora que o verão, finalmente, chegou, só que me apetecem refeições mais frescas, como esta que hoje vos trago.

Uma verdadeira "algarviada" de sabores e de especiarias (mexicanas, indianas e portuguesas) mas que, no seu conjunto, resultam bastante bem :)

É uma refeição completa, bastante nutritiva (constituída pela proteína magra do atum natural, a gordura boa do abacate e os hidratos complexos dos paparis de lentilhas) e cheia de cor e sabor!

Foi o meu jantar ontem, mas podia muito bem servir para umas entradas num jantar de amigos ;)

A receita é dificílima, como sempre. Ora, vejam:

Ingredientes:
  • 2 a 4 paparis de lentilhas*;
  • 1/2 abacate;
  • 1 lata de atum em água (85g);
  • 1 tomate;
  • 1 cebola;
  • 1/2 pepino, 
  • 1/2 pimento vermelho;
  • coentros;
  • sumo de uma lima;
  • sal, pimenta de moinho e alho em pó;
  • sal, azeite, vinagre e óregãos, para a salada. 
Preparação:

Cozinhar os paparis numa frigideira anti-aderente, sem adição de gordura, cerca de 1 a 2m, no máximo, de cada lado. Reservar.

Picar, finamente, 1/2 cebola, 1/2 tomate e os coentros. Juntar o abacate esmagado, o atum escorrido, o sumo da lima e temperar bem. Envolver todos os ingredientes até formar uma pasta. Reservar.

Fazer uma salada com a restante cebola, tomate, pepino e pimento vermelho. Temperar a gosto.

Fácil, rápido e saboroso :)

Acompanhei com uma limonada com hortelã, bem fresquinha :)


NOTA:
* Comprei os paparis numa loja indiana, mas o jumbo também vende na área de comida internacional.

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Bifes de frango com tandoori massala

Os bifes e o peito de frango são presença obrigatória nas minhas refeições, por serem uma proteína magra da qual gosto bastante.

Esta semana fui a uma loja de produtos indianos e perdi-me por lá... vim carregada de produtos e de especiarias para experimentar.

Como ando à procura de novas formas de confeccionar o frango, achei que era perfeito para usar as especiarias recém adquiridas!

Esta especiaria em concreto, é muito boa para grelhados e assados :) Eu, pessoalmente, sou fã... mas obviamente, depende muito do gosto de cada um!

A receita para preparar os bifes é muito fácil e adapta-se a qualquer carne ou peixe... basta apenas fazer uma marinada de véspera onde se coloca a carne ou o peixe, ou pelo menos, com 4 horas de antecedência, e é só grelhar ou levar ao forno até estarem cozinhados.

Ingredientes:
  • 150g de bife de frango (ou outra proteína magra ao vosso gosto);
  • 2 colheres de sopa de iogurte grego ligeiro ou de iogurte natural;
  • 1 colher de sopa de tandoori massala;
  • pimenta caiene, gengibre em pó, alho em pó e sal, a gosto;
  • sumo de 1/2 lima ou limão.

Preparação:

De véspera ou pelo menos, com 4 horas de antecedência, colocar a carne na marinada com os ingredientes indicados e reservar.

Aquando da refeição, é só grelhar os bifes ou colocá-los num pirex com cebola fatiada e levar ao forno a 180.º até estarem cozinhados.

Mais fácil, não há!
Bifes de frango com tandoori massala
Para acompanhamento, sugiro um arroz basmati com cardomomo (como cozi imensa quinoa para a semana, não a pude deixar estragar!), fica excelente!

É uma refeição simples, saudável, mas cheia de sabor. Quem gosta de comida indiana, vai adorar! :)

Gelado de abacate e banana

Hoje trago-vos uma sugestão fresquinha, saudável e carregada de nutrientes para começarem bem o dia... ou, se preferirem, para um lanche. 

Como tenho de introduzir mais gorduras boas na alimentação (andava a falhar nisto), tenho introduzido o abacate nas minhas refeições.

Tendo em conta que é de manhã que tenho mais fome e o abacate sacia bastante, optei por o inserir nesta refeição, embora o pudesse fazer em qualquer outra ou até fraccioná-lo por várias refeições.

Como já devem ter percebido, gosto de variar a alimentação e ainda que a base seja a mesma (hidratos complexos, gorduras boas e proteína magra), tento fazer refeições diferentes para não me saturar.

Esta semana tenho feito várias experiências com o abacate e tenho-me surpreendido bastante (pela positiva) com todas, por isso esta semana vão sair mais umas quantas receitas com este fruto cheio de benefícios ;)

Mas já chega de conversa e passemos à receita:

Ingredientes:
  • 1/2 abacate;
  • 1 banana média;
  • 1 colher de sopa de quark (cerca de 50g) ou de iogurte grego ligeiro ou de iogurte natural;
  • 1 colher de sopa de whey protein ou de cacau cru.


Preparação:

De véspera, fatiar a banana e o abacate, em bocados bem pequenos e congelá-los.

No dia, separar bem os ingredientes congelados - costumo bater com o saco no balcão da cozinha para eles ficarem bem separados :) Resulta bem e mais uma vez, alivia qualquer stress matinal ehehe

De seguida, colocar todos os ingredientes num processador de alimentos (vulgo, 1-2-3) e pulsar até estarem reduzidos e transformados em gelado - parar, de vez em quando, para não esforçar o motor do processador e para limpar com uma espátula, face à mistura que se vai agarrando às laterais.

E voilá, depois de 5m a triturar, temos gelado! :)

Gelado de abacate e banana com granola de chocolate
Usei como topping granola caseira de chocolate, cuja receita encontram aqui (a única diferença é que não leva puré de abóbora), mas podem usar outras opções, tal como iogurte grego ligeiro e/ou com um puré de morangos (ou outra fruta) ou ainda manteiga de amêndoa ou comê-lo só assim... enfim,  a imaginação é o limite, como sempre.

Mas não carreguem muito nos toppings porque o abacate já é uma fruta calórica :)

Espero que gostem desta sugestão bem fresquinha e saborosa! :D

terça-feira, 8 de julho de 2014

Barrinhas energéticas paleo cruas

No sábado deram-me a conhecer as barrinhas paleo da Primal e fiquei fã... são extremamente saborosas e saciantes.

Estas barras são constituídas somente por ingredientes naturais, sem quaisquer açúcares adicionados e gluten-free, ou seja, perfeitas para mim e para comer como snack entre refeições :)

Assim que as provei, idealizei logo umas barras caseiras semelhantes, com os ingredientes que gosto (e que tinha na dispensa), respeitando os mesmos princípios de confecção destas, com excepção do aquecimento - estas são cruas!

Melhor pensei, assim fiz... como de costume! :)

No domingo, em 5m, meti as mãos à obra e saíram-me estas que vos apresento, mas podem facilmente alterar a receita ao vosso gosto e aos ingredientes que dispõem, desde que respeitem as proporções dos mesmos.

Ora, atentem à dificuldade:

Ingredientes:
  • 2 chávenas de arandos vermelhos (ou qualquer outra fruta seca, tal como, tâmaras, figos, uva passa, tamarindos);
  • 1 chávena de amêndoas (ou qualquer outra oleaginosa, tal como, nozes, avelãs, castanha do pará,  cajus, macadamias);
  • 2 colheres de sopa de óleo de coco;
  • 1 colher de sopa de cacau cru.
Preparação:

Partir, grosseiramente, os frutos secos - coloquei-os num saco de congelação, fechei-o e, sobre uma tábua de madeira, bati-lhes com o martelo de cozinha, até estarem partidos como queria (esta parte é aliviadora de qualquer stress que possam ter!!!) eheheh

Colocar num processador de alimentos (vulgo, 1-2-3), os arandos, o óleo de coco e o cacau cru e, pulverizar até estarem reduzidos a uma pasta moldável - se usarem tâmaras ou figos secos, aconselho a que os demolhem, previamente, para facilitar a tarefa.

Juntar os frutos secos partidos à mistura anterior e envolver bem.

Forrar um pirex com papel vegetal e colocar o preparado, prensando-o bem no pirex com os nós dos dedos, de forma a que fique bem calcado e a cobrir o fundo do mesmo - deve ficar com uma altura máxima de 0,5 cm.

Reservar no frigorífico durante cerca de 20m.

Retirar o papel aderente com a mistura e cortar, de forma a fazer 8 barras.

Embrulhar, cada barra, em papel de alumínio e reservar no frigorífico, até consumir.

Mais fácil, não há! :)

E assim se faz um snack paleo, constituído somente por ingredientes naturais, cheio de antioxidantes e de sabor.
Espero que gostem de mais esta sugestão!!! :D

NOTA:

1) Como tenho a noção de que o meu paladar é diferente, se sentirem necessidade de adoçar a receita, podem juntar mais cacau cru à mesma ou qualquer outro adoçante natural.

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Wrap de polvilho doce e Pizza de polvilho doce e linhaça

Como sabem, sou fã dos crepes de polvilho doce, cuja receita base encontram aqui, a qual me tem permitido fazer diversas receitas diferentes, bastando para tanto, fazer alguns ajustes à mesma.

Foi o caso dos wraps de polvilho doce e, mais recentemente, da pizza de polvilho doce e linhaça.

Ambas as receitas são dificílimas... como sempre! :p

Ainda não tinha publicado a receita do wrap no blogue, pelo que aproveito a oportunidade para o efeito.

Wrap de polvilho doce

Ingredientes:
  • 1 colher de sopa bem cheia de polvilho doce;
  • 75g de claras de ovo pasteurizadas ou 1 ovo;
  • sal e óregãos (ou outra especiaria ao vosso gosto).
Preparação:

Misturar todos os ingredientes até estar uma mistura homogénea e colocar numa frigideira anti-aderente grande - para que o wrap fique fininho, em lume baixo, até estar cozinhado, de ambos os lados.

Depois é só rechear a gosto. Já usei atum, cenoura, quark e coentros, bem como sobras de frango estufado, mas usem o que mais gostarem!
Wrap de polvilho doce com atum, cenoura, quark e coentros
Wrap de polvilho doce com frango estufado
Pizza de polvilho doce e linhaça

Ingredientes:
  • 2 colheres de sopa de polvilho doce;
  • 1 colher de sopa de linhaça moída;
  • 1 ovo;
  • 1 colher de chá de fermento;
  • sal e alecrim (ou outra especiaria ao vosso gosto).
Preparação:

Misturar todos os ingredientes até estar uma mistura homogénea e colocar numa frigideira anti-aderente pequena, em lume baixo, até estar cozinhada e bem estaladiça. 

Vão ter de virar a pizza várias vezes até estar no ponto ;)
Tal como os wraps, o recheio é ao vosso gosto. Eu confesso que, para mim, as melhores são sempre as de atum, por isso é o recheio que mais uso. É só fazer um molho caseiro (eu gosto de usar o tomate triturado com especiarias do jumbo - é fantástico), colocar os vossos ingredientes favoritos, levar ao forno até gratinar e degustar :)

A base fica mesmo excelente... estaladiça e muito saborosa, mas eu sou suspeita que adoro a junção do sabor da linhaça com o alecrim.
Pizza de polvilho doce com linhaça, atum, cebola, pimento vermelho e mozzarela magra
As receitas só servem uma pessoa, por isso terão de adaptar as quantidades para fazer mais ;)

No caso, em concreto, da pizza, aconselho a que dobrem as medidas das farinhas e acrescentem mais uma clara, por cada dose.

Experimentem e digam de vossa justiça ;)