domingo, 31 de maio de 2015

Panqueca de batata-doce, coco, gengibre, canela e raspas de limão

Já não fazia umas panquecas há meses, mas ontem estava mesmo a apetecer-me. Como ultimamente, tenho achado que o rendimento no treino não está a 100% (também pode ser do calor), decidi voltar a introduzir os hidratos no pré-treino.

Juntou-se a fome com a vontade de comer e saíram estas belas panquecas :) Tentei usar ingredientes o mais naturais possível e, como a batata-doce era da laranjnha, nem precisei de adoçar a receita!

Ingredientes:
  • 100g de batata-doce assada;
  • 2 ovos + 1 clara (só porque tinha sobrado do fricassé de véspera);
  • 2 colheres de sopa de coco ralado;
  • Canela, gengibre e raspa de 1 limão.
Preparação:


Colocar os ingredientes num processador de alimentos e pulsar até estar uma mistura homogénea.

Numa frigideira anti-aderente ou de cerâmica, colocar óleo de coco e deixar aquecer bem. 

Deitar uma colherada da massa na frigideira e deixar cozinhar, no lume mínimo. Quando a parte de cima da panqueca estiver a fazer bolhas e em baixo se começar a soltar, está na altura de a virar e deixar cozinhar do outro lado, até estar ao vosso gosto.

Repetir, até terminar a massa.

Dispor as panquecas num prato de servir, polvilhar com coco ralado, canela, raspas de limão e servir <3

Ficaram excelentes!! Experimentem :)

terça-feira, 19 de maio de 2015

Esparguete de curgete com frango, cogumelos frescos salteados com coentros e molho cremoso de abacate e lima

Ingredientes:

  • 400g de bifes de frango;
  • 1 cebola;
  • 3 dentes de alho;
  • 8 cogumelos frescos;
  • 1/4 de ramo de coentros;
  • 2 curgetes;
  • 1 abacate;
  • 1/2 chávena de leite de coco;
  • Sumo de 2 limas;
  • Ghee ou óleo de coco ou azeite;
  • Sal, alho em pó, pimenta caiene, cebola e coentros desidratados da espiga q.b.
Serve 2.

Preparação:

Com o recurso a um espirilizador ou mandolina, fazer esparguete das curgetes.

Num processador de alimentos, colocar o abacate, o leite de coco, o sumo de lima, sal, pimenta caiene e triturar até estar reduzido a puré. Reservar no frigorífico.

Cortar a carne aos quadrados e temperar com sal, alho em pó e pimenta caiene e cebola e coentros desidratados da espiga.

Cortar a cebola às meias luas, picar os dentes de alho e os coentros, fatiar os cogumelos e saltear tudo em ghee.

Juntar a carne e deixar cozinhar até estar praticamente cozinhada.

Adicionar o esparguete de curgete até estar cozinhado ao vosso gosto. Retificar os temperos.

Colocar o lume no mínimo e envolver bem o molho de abacate no preparado anterior até ferver. 

Está pronto a servir :)


Quem não gosta de abacate, nem dará por ele eheheh

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Bifes de frango com bacon, cogumelos frescos e "natas"

Apetecia-me bifes com natas... mas depois do whole30 percebi que o meu organismo não tolera muito bem lacticínios, por isso não quis arriscar a usar queijo quark, nem iogurte grego, como fiz nesta receita .

Sinceramente, ainda olhei para a embalagem das natas no supermercado, mas todos os E's presentes na mesma, fizeram-me logo afastá-la, ainda que seja comum, na paleo se usar natas.

Por isso, tinha de arranjar outra forma! :)

E é assim que surgem as receitas... da necessidade de comer algo diferente, que se adapte ao que nós pretendemos, sem provocar estragos no organismo.

Ingredientes:
  • 400g de bifes de frango, aos cubos;
  • 1 cebola;
  • 5 dentes de alho;
  • 3 tiras de bacon, cortado (uso da marca fumeiro barroso, só tem carne e sal - mas só se encontra no Norte);
  • 10 cogumelos frescos, fatiados;
  • 1 ovo;
  • 1/4 de lata de leite de coco;
  • 2 colheres de sopa de salsa picada;
  • Ghee ou óleo de coco ou azeite;
  • Sal marinho, alho em pó, pimentão doce fumado, mostarda em grão, pimenta 5 bagas e sumo de limão.
Preparação:

Temperar os bifes de frango com sal marinho, alho em pó, pimentão doce fumado, mostarda em grão, pimenta 5 bagas e sumo de limão. Reservar durante cerca de 30m, no mínimo.

Cortar a cebola às meias luas e picar os alhos.

Numa frigideira anti-aderente grande ou na wok, saltear em ghee, a cebola, os alhos, o bacon e os cogumelos até murcharem.

Juntar a carne e deixar cozinhar.

À parte, bater bem o leite de coco com o ovo e a salsa.

Quando a carne estiver cozinhada, verter o molho para a frigideira, envolver bem e deixar apurar até engrossar (sempre a mexer).

Retificar os temperos e servir! :)


Tão simples e muito, muito bom!

Achei que estava mesmo guloso, só apetecia comer, comer e comer eheheh :)

O acompanhamento escolhido cá em casa foram umas batatas-doce assadas com alecrim e uma saladinha. Ficou perfeito :)

Espero que gostem!




quarta-feira, 13 de maio de 2015

Croquetes de vitela com batata-doce

Já não é novidade para ninguém que, a minha perdição, são os salgados <3, ao contrário da maioria das pessoas, que preferem os doces.

Embora durante o whole30 tenha evitado fazer este tipo de receitas, por considerar que desvirtuava um dos princípios do programa - romper com os hábitos de alimentação industrializada e permitir mudarmos a forma de nos alimentarmos (este é e sempre será o meu guilty pleasure!), passado o whole30, voltei à carga :)

Nunca mais serei a mesma depois daquele programa, mas há hábitos que quero retomar (em especial na confecção das refeições), por considerar que não influenciam em nada, na minha saúde e que tão bem me sabem.

Continuo a comer sopa com carnicha ou ovos com vegetais ao pequeno-almoço e a seguir as recomendações genéricas do programa, mas agora com a introdução de alguns lacticínios, tal como o queijo, suplementação - whey e chocolate com mais de 70% de cacau, esporadicamente.

Alias, o que seria da vida se não nos pudéssemos dar ao luxo destes pequenos prazeres?! :)

Mas chega de conversa e vamos à receita, boa que só ela, garanto-vos.

Ingredientes:
  • Cerca de 250 a 300g de vitela (podem usar outra carne, a gosto);
  • 1/2 cebola;
  • 1 dente de alho;
  • 1/2 ramo de salsa;
  • 1 batata-doce média; 
  • 1 ovo;
  • 2 colheres de sopa de linhaça moída;
  • Sal, alho em pó e pimenta moída na hora.
Rende 18 croquetes pequenos.

Preparação:

Lavar, descascar e cozer a batata-doce. Reservar.

Num processador de alimentos, picar a carne, finamente. Reservar.

No mesmo processador, sem lavar, colocar a cebola, o dente de alho, a salsa e picar. 

Juntar ao preparado anterior a carne, a batata-doce, a linhaça moída e o ovo. Pulsar até estar uma mistura homogénea.

Levar a mistura ao frigorífico, durante cerca de 2 horas, para moldar mais facilmente.

Pré-aquecer o forno a 180.º

Com as mãos, formar croquetes e colocá-los num tabuleiro de ir ao forno, previamente forrado com papel vegetal.

(De vez em quando, passar as mãos por água, para retirar a carne que se vai agarrando).

Levar ao forno durante cerca de 20m até estarem tostados.


Ficam tão, mas tão bons! Em nada devem aos que se comem por essas pastelarias fora, mas garantindo sempre a qualidade dos ingredientes usados :)

Se preferirem podem empanar os croquetes com a linhaça moída, em vez de a usarem no recheio, no entanto, eu prefiro o sabor que esta confere ao recheio ;)

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Bolonhesa de vitela com cogumelos frescos e manjericão, esparguete de curgete e de batata-doce no forno

Esta semana fiz vitela assada no forno e sobrou uma quantidade considerável. 

Conforme já é usual, eu tento sempre dar uma utilização diferente às sobras de comida e desta vez, não foi diferente. 

Aliado à necessidade de aproveitar a carne, apetecia-me comer uma comidinha boa, daquelas que nos fazem sentir consolados até na alma, sabem do que falo, certo?! :)

Sempre gostei muito de comida italiana, face aos seus sabores intensos resultantes da conjugação do molho de tomate e do queijo, e era, exactamente, aquilo que me apetecia!!!

Comer "massa" também não é um problema, quando temos um espirilizador e a fazemos dos vegetais e tubérculos que preferimos, garantindo que conseguimos recriar na perfeição as receitas de outrora, mas desta feita, muito mais saudáveis.

Ingredientes:
  • Vitela assada q.b.;
  • 2 curgetes;
  • 1 batata-doce; 
  • 1 cebola nova;
  • 3 dentes de alho;
  • 1 lata de tomate em pedaços (390g);
  • 150g de cogumelos frescos;
  • 1/2 lata de leite de coco (abanar bem a lata para garantir que a parte líquida e sólida ficam bem misturadas);
  • 1 mão bem cheia de tomates cherry; 
  • 2 mãos cheias de folhas de manjericão fresco;
  • Sal, alho em pó, pimenta 5 bagas e tomilho q.b.
  • Queijo da ilha, a gosto;
Preparação:

Pré-aquecer o forno a 180º.

Desfiar a carne. Reservar. 

Lavar as curgetes e cortar-lhes as extremidades. Lavar e descascar a batata-doce. Com recurso a um espirilizador ou mandolina, transformá-los em "esparguete". Reservar.

Num processador de alimentos, colocar a cebola, os dentes de alho e o tomate em pedaços. Triturar até reduzir a puré.

Levar ao lume um tacho com o molho de tomate, os cogumelos fatiados, o manjericão e os temperos. Deixar cozinhar durante cerca de 15 a 20m, mexendo de vez em quando.

À parte colocar o esparguete num tabuleiro, temperar de sal e levar ao forno a 180º durante cerca de 15m. Reservar.

Juntar ao molho de tomate, a carne desfiada, o leite de coco e deixar ferver durante cerca de 10m. Retificar os temperos.

Colocar a bolonhesa de carne por cima do esparguete, juntar os tomates cherry cortados ao meio, envolver bem, ralar queijo da ilha, a gosto, e levar ao forno até gratinar.

Comer de olhos fechados, sem qualquer peso na consciência :)


Podem fazer diversas alterações à receita, conforme a vossa preferência! Substituir a carne, os vegetais e até as especiarias usadas. A mesma base, serve para uma serie de combinações. Basta, manterem as mesmas proporções ;)

Podem substituir a vitela por frango ou peru, se preferirem carnes mais magras. A batata-doce por cenoura ou qualquer outro vegetal que prefiram. Podem, simplesmente, aumentar a quantidade de curgete. O manjericão por óregãos. O leite de coco por iogurte grego ou quark. Só não substituam o queijo usado, por esse fará toda a diferença. De resto, o limite é a nossa imaginação :)